segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Finalidades da música na Igreja                            

As sete grandes finalidades da música, do louvor e da adoração no culto ao Senhor são:

1.       Preparar os corações para a mensagem da Palavra de Deus _ Em 2 Reis 3.15,16 encontramos três reis se deslocando para o campo de batalha contra os moabitas: Jorão, rei de Israel; Josafá, rei de Judá; e o rei de Edom. O profeta Eliseu era portador de uma mensagem profética de parte de Deus e solicitou um músico antes de enunciação profética. Em 1 Samuel 10.5, encontramos o louvor ao Senhor coadjuvando a palavra profética. Em Salmos 146.9 está registrado que o louvor aparece claramente relacionado à Palavra de Deus. Todo pregador do Evangelho é sabedor disso por experiência. Os evangelistas, sempre saem a pregar a Palavra de Deus, levam consigo um consagrado cantor. Procederam dessa forma, por exemplo, John Wesley, George Whitefield, Dwight Lyman Moody, Billy Graham e Bernhard Johnson.
2.      Propiciar a manifestação da glória divina no ambiente – Em 2 Crônicas 5.12-14, lemos sobre a inauguração do Templo de Deus em Jerusalém. A mensagem bíblica do canto era “O Senhor é bom e a sua benignidade dura para sempre”, 2Cr 5.13. A mensagem era simples, curta e conhecida, mas era ungida por Deus e era dEle. É disso que precisamos!
3.      Vitória sobre os inimigos – Em 2 Crônicas 20.21,22, vemos que o rei Josefa estava sozinho quando enfrentou três povos inimigos: amonitas, moabitas e edomitas (2Cr 20.22). Pelo louvor no Espírito, a derrota dos inimigos dói total. A vitória sobre o inimigo está relacionada ao louvor ao Senhor, seja que tipo de inimigo for.
4.      Libertação divina – Em atos 16.25,26, vemos Paulo e Silas aprisionados e precisando sair para continuarem a pregar o Evangelho. Quando Paulo e Silas cantavam e oravam, Deus interveio e os libertou de modo repentino, inesperado e sobrenatural. Em Atos 16.23, lemos que os dois “cantavam hinos a Deus”, ou seja, o nosso louvor precisa ter endereço certo, e também precisa ser aceito nesse endereço.
5.      Fortalecer a fé do crente – Em Romanos 4.20, lemos que Abraão fortalecia a sua fé dando gloria a Deus. Muitos crentes são fracos e raquíticos porque ainda não descobriram o poder que há em atribuir toda a glória a Deus.
6.      Adorar ao Senhor – Em 2 Crônicas 29.29,30, percebemos que louvaram ao Senhor. Louvar vem da voz, da boca do instrumento etc. Adorar vem do coração, da alma, da fé, e é gerado pelo Espírito Santo.
7.      Ensinar e admoestar o povo de Deus – Em Colossenses 3.16, o povo de Deus é ensinado e admoestado polo louvor e pela adoração ao Senhor através mensagem e da unção divina da música, da melodia, da harmonia, da letra e da presença do Senhor.

Pastor Antônio Gilberto é consultor doutrinário da CPAD.

Nenhum comentário:

Postar um comentário